• Aline Costa

NUTRIÇÃO E O IDOSO


A forma como o envelhecimento da população ocorre está associado a maior prevalência de problemas nutricionais. Os idosos tem maior risco de alterações fisiológicas, como diminuição do metabolismo basal, ocasionando em sua maioria a uma desnutrição, redistribuição da massa muscular, percepção sensorial, diminuição da sensibilidade à sede, dificuldade na mastigação e deglutição, depressão, entre outras causas e por isso a importância de um acompanhamento nutricional desde o momento da chegada a 3º idade. A Nutrição adequada, prolonga o surgimento de algum desses fatores, além de reduzir doenças que afetam os idosos, como doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer. Que possamos está atentos, e ao menor sinal, procure um profissional especialista (Geriatra), e um nutricionista para um planejamento alimentar personalizado.