• Aline Costa

TENHO FOME TODA HORA, E AGORA, O QUE FAZER?

A fome é a sensação fisiológica que o organismo produz quando precisa de energia e nutrientes. O estômago vazio libera um hormônio chamado grelina, que age diretamente no cérebro e ativa a sensação de fome. Mas sentir fome literalmente o tempo todo, ou logo após refeições completas, pode ser sinal que algo não vai bem. Dentre as possíveis causas, podem citar:

COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DAS REFEIÇÕES:

Será que você consome a quantidade adequada de nutrientes que seu corpo precisa?

Refeições que contêm grandes quantidades de proteínas tendem a deixar o indivíduo saciado por mais tempo do que aquelas ricas em carboidratos. Isso ocorre porque a proteína estimula a produção de hormônios que dão a sensação de saciedade. Além disso, se você não consome fibras em quantidade suficiente, pode sentir fome com mais frequência. Incorporar alimentos ricos em proteínas na alimentação, como carnes, peixes e feijão, assim como alimentos ricos em fibras, como frutas, vegetais, nozes, sementes e grãos, pode ajudar a lidar com a sensação constante de fome.

DESIDRATAÇÃO:

É muito comum uma pessoa desidratada confundir com a fome, por isso antes de comer o tempo inteiro, beba água e atenção as suas necessidades diárias. A base é 35ml x Peso, ex: se você pesa 70kg, vai multiplicar 70x35= a quantidade que você necessita diariamente.

FATORES COMPORTAMENTAIS:

A sua relação com a comida também pode ter a ver com essa sensação ininterrupta de fome. Comer rápido demais, alimentar-se na frente da televisão e não prestar atenção às refeições, por exemplo, pode reduzir a sensação de saciedade. Portanto, mastigue com calma e tome consciência dos alimentos que estão sendo consumidos. O estresse também prejudica a sensação de saciedade, pois estimula a produção do hormônio cortisol, que pode promover a fome. De forma igual, dormir mal pode ser um dos fatores relacionados à fome constante também.

CONDIÇÕES DE SAÚDE:

DIABETES: O açúcar presente nos alimentos é transformado em glicose pelo corpo, considerado o "combustível" necessário para nos dar energia. Mas quando temos diabetes, a glicose não alcança as células, o que provoca vontade constante de urinar e de comer. HIPERTIREOIDISMO: A tireóide é uma glândula localizada no pescoço que produz hormônios que controlam a velocidade em que todos os órgãos do corpo trabalham. Se a sua tireóide estiver trabalhando demais, você pode ter hipertireoidismo. Um dos sintomas da condição é sentir mais fome. RESTRIÇÃO CALÓRICA: Praticar muitos exercícios e comer pouco é uma razão óbvia da sensação de fome constante. Nesse caso, é fundamental elaborar um cardápio adequado para as suas necessidades, de acordo com a quantidade de esportes que pratica, peso, altura, estilo de vida e outros fatores que o nutricionista podem achar relevantes.